Caos & Loucura

Não gosto da loucura. Gosto do caos. Nos caos sentimos todos os estilhaços. A loucura maqueia e anestesia. Cria irrealidades. O caos pode não ser ordenado, mas sempre nos leva a reordenar e reavaliar. Nos leva a repensar os valores e nos ensina que alguns tesouros nunca devem deixar seu lugar de origem. Levá-los na bagagem só os transforma em peso. As vezes é justamente para isso que o caos vem. Destruir templos e tesouros, afim de, mesmo entre escombros, nos fazer caminhar mais leves. A loucura só vai te instigar a colar vasos quebrados e a criar mausoleus.

Anúncios

Pequena Reflexão sobre a Inteligência e a Loucura!

O escritor Brennan Manning, em seu livro “Convite a Loucura” me chamou a atenção para algo meio óbvio, mas que eu nunca tinha reparado com afinco.
“Nas Escrituras, a inteligência não consiste em desempenho mais brilhante, mas em reconhecer a realidade onipresente de Deus… Da perspectiva bíblica, um grande teólogo pode ser considerado um estúpido, enquanto uma lavadeira analfabeta que louva a Deus pelo pôr do sol é vista como infinitamente mais inteligente”
Pensando sobre isso, não é dificil compreender como o filho de um carpiteiro pode dividir e redimir toda a história humana. E por mais que essa seja a crença básica de milhares de pessoas, Jesus Cristo, para muitos cristãos, é quase um ser mitológico.
Somos criados em uma sociedade que julga que alguém deu certo na vida, se ele está bem encaminhado profissionalmente, estabilizado financeiramente e tem boa reputação, por andar corretamente conforme as regras de conduta impostas. Qualquer pessoa que fuja disso, não é inteligente o suficiente e digno de ser levado a sério.
Muitas pessoas com chamado e potencial incrível, têm se anulado pelo fato de temer “não dar certo na vida”. E meu coração aperta toda vez que olho e converso com alguém que poderia rachar o mundo no meio, mas não se dispõe a explodir a bolha que se formou ao seu redor.
Se de alguma forma, isso se encaixa com a sua vida, eu oro para que você realmente cresça como, pelo menos, um “bom” cristão. E que o “ir” a igreja, não seja apenas uma convenção na sua vida. Porque, vou ser franco com você, como um dia foram comigo.
Se sua vida, suas vontades e seus temores se sobreporem a tudo o que Deus tem proposto pra você, é como está escrito em SL 14:1a “Disse o tolo em seu coração: Não há Deus!”