Um Grito Pela Vida

Joseph Kony sequestra criancas em Uganda e as obriga a serem parte de um exercito de rebeldes.
Ele esta em Uganda, escondido.
A campanha é para divulgar essa pessoa o maximo possivel para que as autoridades de Justiça internacional entrem em Uganda, prendam-o e o condenem.

 

Não deixe de conhecer a ONG INVISIBLE CHILDREN

Uma Longa Estrada…

O grande problema de quem gosta muito de estrada, viajar, de estar em lugares diferentes e conhecer pessoas e culturas diferentes, são as bagagens que se acumulam no caminho. Na verdade, não é um problema, é um erro. Por experiência, essas viagens mudam o nosso modo de ver o mundo, o modo como nos vemos e como nosso umbigo é, na verdade, só um umbigo. Mas parece que a gente precisa de coisas palpáveis pra nos lembrar desse momentos. Então chega determinada hora que tudo se torna enfadonho e cansativo. O fardo da mochila fica pesado demais. Há tanta quinquilharia nas costas que os pés não pisam mais o chão com prazer. A caminhada é dolorosa e parece perder o sentido. Um dia experimentei largar toda a bagagem Continuar a ler

SÃO PAULO. Caos. Paixão. Missão

This week marks 1 year living in São Paulo. The following video is just a glimpse of some of the things I have experienced with my camera.

I really struggled on how to portray my year whether it be through random images or categorized sequences. It could have honestly gone 100 different ways but this is how it came out. Rushed to finish it so its not as clean as I would have liked.

São Paulo is an incredibly diverse concrete jungle that is South Americas engine. It is a very interesting place.

Population:
10 million people – Metropolitan Area of SP
20 million people – City of SP
40 million people – State of SP

This will THANKFULLY be the last video that I shoot with my crap Nikon p100. JUST BOUGHT A CANON 60d!

Thank you to all the people that I have met so far in Brazil!

Valeu

Cameras: Nikon p100
GoPro HD

Music: Prelude by Bonobo
Kiara by Bonobo
Dimdanana by Jasmon (Putumayo Collection)
Mina do Condominio by Seu Jorge
Fanfarra (Cabua-Le-Le) by Sergio Mendes

By Julian Moura-Busquets

 

Um Deus Aleatório

Os imprevistos são uma ótima forma de ver o quão desligados de Deus nós somos e como sempre perdemos facilmente o Norte de vista. Consigo pensar em milhares de situações durante esse ano em que o combinado não saiu como deveria. Alguns por desleixo meu, mas a maioria por fatores externos e alheios a minha vontade. Um pneu furado, trânsito em lugares e horários improváveis, chuva, um acidente, alguém que dormiu demais, o onibus que não passou, uma gripe, etc. São motivos dos mais variados. E hoje fui alvo de uma dessas aleatoriedades. Nada demais. Mas me peguei pensando que em nenhuma dessas situações, nunca tive o sentimento de gratidão ou qualquer coisa que não fosse ficar com raiva, nervoso, preocupado ou coisas assim.

Isso me fez lembrar de uma oração que fiz há quase 10 anos atrás. Estava de saco cheio com a busca desenfreada pelo sobrenatural das pessoas a minha volta e orei para que meu relacionamento com Deus não precisasse de “pirotecnia celestial”, mas que eu fosse capaz de vê-lo no cotidiano e nas pequenas coisas.

“Já não me preocupo se eu não sei por que. Às vezes, o que eu vejo, quase ninguém vê E eu sei que você sabe, quase sem querer Que eu vejo o mesmo que você” (Legião Urbana) Continuar a ler

Porque o que vem é Perfeição

Vamos celebrar
A estupidez humana
A estupidez de todas as nações
O meu país e sua corja
De assassinos
Covardes, estupradores
E ladrões…

Vamos celebrar
A estupidez do povo
Nossa polícia e televisão
Vamos celebrar nosso governo
E nosso estado que não é nação…

Celebrar a juventude sem escolas
As crianças mortas
Celebrar nossa desunião…

Vamos celebrar Eros e Thanatos
Persephone e Hades
Vamos celebrar nossa tristeza
Vamos celebrar nossa vaidade…

Vamos comemorar como idiotas
A cada fevereiro e feriado
Todos os mortos nas estradas
Os mortos por falta
De hospitais…

Vamos celebrar nossa justiça
A ganância e a difamação
Vamos celebrar os preconceitos
O voto dos analfabetos
Comemorar a água podre
E todos os impostos
Queimadas, mentiras
E seqüestros…

Nosso castelo
De cartas marcadas
O trabalho escravo
Nosso pequeno universo
Toda a hipocrisia
E toda a afetação
Todo roubo e toda indiferença
Vamos celebrar epidemias
É a festa da torcida campeã… Continuar a ler

O Rei Está Partindo…

Voltando com a sessão adoração extravagante, deixo pra vocês a letra traduzida da música “King” da banda alemã de Power Metal “Van Canto”, do seu primeiro álbum “A Storm To Come” (2006). Uma particularidade é que a banda é formada por cinco vocalistas e um baterista. Todos os outros instrumentos são feitos no gogó. Não deixe também de ouvir o maravilhoso cover do Metallica “Battery“.

A noite está prestes a cair.
“Nunca se render ‘- eu continuo ouvi-los chamar.
Imagens (estão) passando.
Eu devo vê-lo acenar um último adeus
Não é que ele se foi embora.
É a sensação de segurança que ele não vai ficar.
Um andarilho deixando a terra
uma vez que ele tinha entrado a subir novamente.
Os milhares choram
Até o sangue corre lentamente
Eles fazem o fluxo do rio
Que ele irá navegar.
Nós estamos sozinhos?
O rei está partindo
Para uma terra desconhecida
E apesar de eu estar imaginando o por quê,
O rei deixou o espírito
Nós agora chamamos sozinhos
Ele iluminou nossas vidas!
Mil dias se passaram,
Do exato momento que ele entrou em nossas vidas
Palavras não eram o seu negócio
O que ele nos trouxe foi o poder de sentir
O poder de acreditar
O poder de andar, a poder de ver
de determinar o certo do errado
O poder de sair da escuridão para a luz
Ás vezes eu tenho mais medo
De tempos além dos portões de agora
Relembrando-me sua glória
Esmagando meu desejo no chão
Consegue ouvir nosso choro?
Consegue ver nosso reino morrer?
Não!
Agora para mim é fácil ver
Que tudo que eu queria ser
Pode ser feito me segurando
Em dias difíceis e cansativos
Nós estamos nos erguendo

Dica da Roberta Scheer

A História Nos Diz…

Quando as pessoas falam de grandes homens, pensam em homens como Napoleão. Homens de violência. Raramente pensam em homens de paz. Mas contrastem a recepção que eles recebem quando retornam a casa após a batalha. Napoleão chegará com todo seu poder e esplendor. Um homem que alcançou grande parte da ambição da terra. Apesar disso seus sonhos foram cassados pelas opressões da guerra.  William Wilberforce, porém, voltará à sua família, irá deitar sobre seu travesseiro, e relembrará que o tráfico de escravos  não existe mais.*

Não entendo como grandes mentes não se lembram ou não reconhecem a história. Pacifistas trouxeram as grandes boas e duradouras mudanças ao mundo (venha o Teu Reino) – muitos deles deram o seu sangue por isso – não homens com as mãos manchadas de sangue alheio. Isso está na Bíblia, na história da humanidade e no meu coração.

*Trecho retirado do filme “Amazing Grace“, que deixo de sugestão sobre a história de vida de William Wilberforce.

The Great Commission tocando Hillsong United

“Heavy Worship” (2011) é o segundo album da banda de metalcore, The Great Commission,  e trás releituras de músicas de adoração, sons próprios e covers. A última música do albúm é um inusitado cover de Hillsong United “Came To My Rescue (Be Lifted High)”. Como li em alguns comentários, concordo que a banda funciona muito melhor com vocais guturais. Ainda sim, para os fãs de metal e hardcore, vale a pena conferir o trabalho, muito bom para uma banda que tem apenas 4 anos de estrada e certa notoriedade na cena. Vale a pena sacar as letras também.

Confira: