Fragmentos do Brasil

Mais de 700 anos antes de Cristo, o profeta Miqueias relatava a realidade desse meu Brasil:

“Se um mentiroso e enganador vier e disser: ‘Eu pregarei para vocês farturas’, ele será o profeta deste povo.”

Eis que o capitalismo é profeta e juiz da nossa sociedade.

Um dos postulados do mesmo profeta que permitiu não me perder em certas ideologias que se apresentam como ‘confronto’, mas na verdade são afronta a vida a humana é:

“…governantes que detestam a justiça e pervertem tudo o que é justo; que constroem a terra prometida com derramamento de sangue e impiedade.”

O genocídio pode sim ter aparência de paz.

É assim que muitos enxergam as chacinas promovidas por milicianos e o estado de exceção permanente nas periferias do nosso país.

“Tem passagem?” foi uma das perguntas feitas pelos assassinos na chacina de Osasco.

Quase que de forma automática, nós sociedade respondemos em silêncio: “é favelado. Tem sim. MATA!” em nome da nossa segurança.

O genocídio pode sim ter aparência de paz.

Sugiro o documentário “Ônibus 174” do José Padilha. Depois de assistir, se pergunte de que lado da história estava. Todos nós somos/fomos protagonistas em algum momento.

Alguns de nós abriram mão da história conquistada. O Estado Laico desce pela descarga de alguns. Queremos o tão sonhado “estado cristão”, seja lá o que isso significa. Eis que o profeta afirma:

“Seus líderes julgam a troco de suborno, seus sacerdotes ensinam por lucro e seus profetas adivinham em troca de prata. E ainda se apoiam no Senhor, dizendo: ‘O Senhor está no meio de nós. Nenhuma desgraça vai nos acontecer’.”

Piedade travestida. d´Eus a nossa semelhança. Justiça com nossas próprias mãos. O Cristo da cruz como amuleto inútil, já que a nossa sede é o sangue do próximo. O nosso bem estar que nunca cruza o outro lado da ponte. Uma (ir)realidade conhecida nas novelas. I love favelado.

Mas se tem iniquidade tem profeta. Graças a Deus. Mesmo que sejam pequenas mulas como eu e você.

“Por isso, por causa de vocês, os montes serão arados como um campo, o Estado se tornará um monte de entulho e os templos suntuosos se tornarão um matagal.”

Amém.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s