O Palco

Só uma coisa te peço; que você permaneça até a ultima música terminar. E quando a cortina descer sobre o palco, não se vá. Porque a partir dali já não serei mais um personagem. Serei um pouco confuso nas palavras entre varias cicatrizes. Com rugas não disfarçadas na maquiagem e cheio de grosseiras exclamações. Quando a música terminar não serei uma voz em falsa intimidade. Serei melindre desajeitado sobre as indagações do amor. Estarei suado, transpirando ofegante a sua presença. Decidindo entre deixar as mãos soltas, no bolso ou encostado a sua. Terei as piores piadas e as musicas mais esdrúxulas na ponta da língua imaginando sua boca sobre a minha. Deixo de ser foco e me torno em alvo. E “que atire no peito” lá do alto e resistirei. Serei verdade machucada. Serei eu. Serei seu.
Anúncios

Um pensamento sobre “O Palco

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s