Ciranda

Vem brincar de ciranda meu bem
Traga o espinho e a rosa também
Não esqueça a vasilha, o batuque e a corda
Iremos todos a forra

Mas não (se) espante (com) o convite
Sei que o sorriso amarelo no rosto
Esconde o coração apertado
Desgosto
Mas vem

Brinca, brinca, brinca de roda
Brinca, brinca, brinca de bola
Brinca, brinca, brinca na rua
Brinca porque hoje a calçada é toda sua

Brinca, brinca, brinca de corda
Acorda
Corta a corda agora
Grite, jogue, role os dados
O inferno sorri quando se faz pouco caso

Deposta a aposta da roleta russa
Aposta a vida com os olhos pra cima
Aviso: a vida espera sua rima
Vem brincar de ciranda meu bem

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s