Um Deus Aleatório

Os imprevistos são uma ótima forma de ver o quão desligados de Deus nós somos e como sempre perdemos facilmente o Norte de vista. Consigo pensar em milhares de situações durante esse ano em que o combinado não saiu como deveria. Alguns por desleixo meu, mas a maioria por fatores externos e alheios a minha vontade. Um pneu furado, trânsito em lugares e horários improváveis, chuva, um acidente, alguém que dormiu demais, o onibus que não passou, uma gripe, etc. São motivos dos mais variados. E hoje fui alvo de uma dessas aleatoriedades. Nada demais. Mas me peguei pensando que em nenhuma dessas situações, nunca tive o sentimento de gratidão ou qualquer coisa que não fosse ficar com raiva, nervoso, preocupado ou coisas assim.

Isso me fez lembrar de uma oração que fiz há quase 10 anos atrás. Estava de saco cheio com a busca desenfreada pelo sobrenatural das pessoas a minha volta e orei para que meu relacionamento com Deus não precisasse de “pirotecnia celestial”, mas que eu fosse capaz de vê-lo no cotidiano e nas pequenas coisas.

“Já não me preocupo se eu não sei por que. Às vezes, o que eu vejo, quase ninguém vê E eu sei que você sabe, quase sem querer Que eu vejo o mesmo que você” (Legião Urbana)

Até agora, Ele tem cumprido muito bem a parte dEle. Já não posso dizer o mesmo de mim. Analisando friamente e olhando de fora, o imprevisto é uma das formas mais explícitas, e ao mesmo tempo implícita, do cuidado de Deus para com nós. Explorar esse assunto abre um leque muito grande dentro da teologia. Posso usar o viés do Teísmo Aberto, da qual discordo totalmente, Determinismo e tantas outras linhas teo/filosóficas que estão em voga e discussão atualmente. Mas pretendo só escrever sobre alguns sentimentos a respeito disso.

Analisando de forma geral a Bíblia, de Gênesis a Apocalipse, chego a algumas conclusões. Entre elas, que Deus caminha entre o possível e o improvável. Se pra alguns, Ele é o “Deus do impossível”, pra mim é o “Deus do imprevisto”. Do nosso ponto de vista, o pensamento de Deus não é tão lógico e linear. Umas das grandes questões que expõe isso bem claramente, são as constantes discussões sobre sofrimento e as injustiças que permeiam o nosso mundo.

Os imprevistos revelam um pouco do caráter de Deus. Isso fica expresso na forma como Ele se relaciona com nós através da Fé. A Fé não é cruzar os dedos e fazer força pra que as coisas aconteçam. Entendo que umas das principais características da Fé é a questão do louvor. Não simplesmente fazer elogios à Deus, por exemplo, através da música, mas confiar a sua vida a Ele, crendo que Ele conhece melhor a estrada. Caminho esse que a gente vive tentando descobrir, planejar e organizar de forma metódica. Particularmente, tenho problemas com esse fluxo “normal” da vida. E, admito, as vezes acabo seguindo o caminho contrário mais por birra do que por uma escolha consciente.

“Sobre os amantes e os soldados, sobre os homens condenados à morte, sobre todos aqueles que o poder cósmico da vida preenche, o poder do destino desce por vezes imprevisto numa súbita iluminação que será a sua graça e o seu fardo.”
(Heinrich Boll)

Acho que qualquer pessoa que tenha o mínimo entendimento da vida, já deve ter constatado que o acaso e os imprevistos comandam a maior parte das decisões a serem tomadas.

“O acaso é talvez, o pseudônimo que Deus usa quando não quer assinar suas obras.” (Théophile Gautier)

A maioria das nossas orações acabam sendo uma tentativa frustrada de convencer Deus a assinar o nosso plano diretor. E quase sempre há um roteiro a ser seguido. Ficamos com raiva, chateados, tristes, esperneamos, brigamos, enfim, chilique quando não somos ouvidos. Tempos depois, aquela velha frase, “hoje vejo que foi a melhor coisa que aconteceu”.

Deus se torna um grande incômodo quando tentamos disputar o controle da vida com Ele. Adotamos um cristianismo misantrópico, onde só o “eu” importa.

“Nenhum homem é uma ilha, isolado em si mesmo…” (John Donne)

Não que Ele nos trate como marionetes, mas entregamos o controle a Deus quando achamos que os planos dEle estão em acordo com o que queremos. E quando a rota muda nós empurramos Ele pra fora do carro.

A grande questão é; entregar a vida à vontade de Deus é ter Fé para que quando o imprevisto e o acaso se manifestarem, e normalmente são situações pequenas em momentos inoportunos que irritam profundamente, possamos ver o cuidado dEle. E mesmo que a gente não entenda, que pelo menos não fiquemos numa disputa de força querendo pegar o controle de tudo novamente.

A vida pode parecer aleatória. Mas Deus não é.

“Nada, em toda a criação, está oculto aos olhos de Deus. Tudo está descoberto e exposto diante dos olhos daquele a quem havemos de prestar contas.
Portanto, visto que temos um grande sumo sacerdote que adentrou os céus, Jesus, o Filho de Deus, apeguemo-nos com toda a firmeza à fé que professamos,
pois não temos um sumo sacerdote que não possa compadecer-se das nossas fraquezas, mas sim alguém que, como nós, passou por todo tipo de tentação, porém, sem pecado.
Assim sendo, aproximemo-nos do trono da graça com toda a confiança, a fim de recebermos misericórdia e encontrarmos graça que nos ajude no momento da necessidade.”
(Hebreus 4:13-16)

Anúncios

2 pensamentos sobre “Um Deus Aleatório

  1. Muito bom .. lembrei dos Titãs “o acaso vai me proteger, enquanto eu andar distraido.” e o louvor art e cia que cantou essa frase vc citou do Gautier.

  2. A soberania de Deus é incrivelmente inabalável, não pode ser manipulada. Ou deixamos Deus agir, ou pegamos o banquinho e saímos de mansinho, todo perdidinho sem saber aonde declinar a cabeça.
    Amados, “Deus é fiel e não pode negar-se a se mesmo!”

    De propósito; Fizemos a devocional: 40 dias de Jejum e Oração, eu a esposa e filhos. Logo após me deitei e me bateu um calafrio tremido que me incomodou bastante. Levantei-me, tomei um resto de dipirona. liguei o computador, ao abrir o Twitter me deparei com essa pérola textual que me cativou e pude aprender que Deus está no controle; Preciso confiar com fé,

    Parabéns pelo brilhante e esclarecedor texto.

    Cannário de Sousa.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s