E em 2009…

Esse ano, mais do que nunca, entendi o que é a tal da “renovação da mente”. O mais interessante é que os que mais me ensinaram, foram os “hereges”. Reflexo disso, como alguns devem ter percebido, estou lendo muito Rubem Alves atualmente. Pra mim, o HEREGE mais cristão que conheço.
Esse ano, nada do que havia planejado, efetivamente, aconteceu. Por outro lado, vivi paradoxos bem interessantes:

* Estou em uma igreja que não é igreja.
* Estou sendo mentoriado por pastores que não são pastores.
* Descobri amigos que não eram amigos.
* Firmei amizades com pessoas que, em outros tempos, não daria R$ 1,00.
* Ouvi musicas anti-musicas.
* Aprendi a me converter todos os dias, apesar de ter nascido em “berço cristão” e nunca ter “saído da igreja”.
* Olhei para o espelho e não me vi. Não me reconheci. E fiquei feliz por isso.
* Mais do que nunca, aprendi a amar a dor.
* Senti repulsa por certos “amores”.
* Descobri que o Brasil é muito menor do que parece.
* Aprendi a ser “senhor” sendo servo.
* Aprendi a ser servo sendo “senhor”.
* Fiquei feliz por muita coisa que eu queria não ter dado certo.
* Conversas de 5 minutos que mudaram minha vida.
* Conversas de horas e horas que poderiam ser jogadas no lixo.
* Aprendi que a individualidade de cada um deve ser respeitada, mesmo que soe como melindre aos meus ouvidos.
* Senti na pele a complexidade de ser excelente nas coisas ordinárias.
* Aprendi a baixar a cabeça, mesmo estando “certo”.
* Aprendi a dizer “Eu errei! My fault!”

A lista é imensa. Da pra pensar em muita coisa. Acho que esse ano foi um ano de conquistas morais, se assim posso chamar. Materialmente, comecei com nada, terminei com nada. Mas a bagagem de conhecimento está infinitamente maior.
E é interessante que a base de todo esse aprendizado começou apartir/atraves da BIBLIA. E volto ao começo desse post. Deus abençoe os HEREGES. Aqueles que SE ARRISCAM a pensar fora da caixa e questionar apartir/atraves da BIBLIA. E não simplesmente ficar criticando sem apresentar soluções. Um dos meus pastores “que não é pastor” disse algo bem simples, mas que ficou guardado na minha mente; “Uma crença que não suporta questionamentos, não é digna de ser seguida”.
Acho que esse foi o resumo desse ano. Questionamentos. Nunca antes questionei tanto eu mesmo, amigos, a vida… Deus. Sim, até Deus. E como Pai bondoso, Ele foi paciente em me ensinar e responder ALGUMAS perguntas no tempo dEle.
Ainda vou escrever alguns posts esse mês falando sobre o ano de 2009. Mas desde já adianto que muita coisa vai acontecer agora em 2010 fruto dos questionamentos em 2009. E se sua vida ta estável demais, como diria um outro pastor “que não é pastor”, ‘te convido ao caos’ dos questionamentos. E se prepare pra grandes mudanças.

Anúncios

2 pensamentos sobre “E em 2009…

  1. Primeira vez aqui no seu blog, e valeu a pena eu ter dado uma passadinha.
    Acho que a beleza das pessoas está nessa contradição, nesse ser-e-não-ser. Principalmente se falando dos cristãos.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s