Chamada para fora das Trevas

anne_rice_books

Trecho do livro “Called Out Of Darkness”, que não foi publicado ainda em lingua portuguesa e que conta sobre a conversão da autora ANNE RICE

“No momento de entrega, deixo todas as questões teológicas ou sociais que me afastaram dEle por diversos anos. Simplesmente as deixo ir. Existia o senso, profundo e silencioso de que se Ele sabe de tudo, eu não tenho que saber de tudo, porque, nessa busca de saber todas as coisas, por toda a minha vida eu falhei em entender o que era realmente importante.

Nem o paradoxo social, nem os desastres históricos, nem os registros hediondos de injustiça ou miséria podem me afastar dEle. Nem mesmo questões sobre a integridade das escrituras, nem sobre o destino de tormento desse ou daquele ateísta ou amigo homossexual, nem as preocupações daqueles que são condenados e excluídos pela minha igreja ou por qualquer outra deveriam ficar entre mim e Ele. A razão disso? Era magnificente simples: Ele sabia como ou porque tudo acontecia; Ele conhece a disposição de cada alma.

Ele não deixaria nada acontecer acidentalmente! Ninguém iria para o inferno por acaso. Este era o mundo dEle, tudo isso! Ele tinha completo controle dele; Sua justiça. Sua misericórdia, não são a nossa justiça ou a nossa misericórdia. Seria tolice sequer imaginar isso.

Eu não tenho que saber como Ele vai salvar o iletrado ou o não batizado, ou como Ele pode redimir o pagão consciente que jamais pronunciou o nome dEle. Eu não tenho que saber como meus amigos homossexuais encontrarão o caminho da Redenção, ou como meus diligentes amigos humanistas seculares poderiam ou receberiam o poder da Sua Graça Salvadora. Eu não tenho que saber por que pessoas boas sofreram em agonia ou morreram em dor. Ele sabia.

E foi o conhecimento dEle que me maravilhou. Conhecimento que se tornou completamente real para mim, Sua sabedoria que se tornou a base da fundação do universo criado por Ele.

Ele foi, antes de tudo, a Mente Divina que esteve por trás do milagre do Big Bang, e criou o DNA que foi somente descoberto mais tarde em cada célula do corpo. Ele foi a Mente Divina que criou o som do violino no concerto de Beethoven; Ele foi a Mente Divina que fez os flocos neve, o fogo, o vôo alto dos pássaros, o mistério indecifrável dos sexos, e a gravidade que parece segurar todo o universo em um só – enquanto o nosso planeta, nosso pequenino planeta, se move pelo o espaço.

É claro. Se ele pudesse fazer tudo isso, naturalmente Ele saberia responder a cada questão concebida antes que fosse formulada. Saberia do pior sofrimento que uma alma humana poderia sentir. Nada se acaba com Ele porque Ele foi o autor de tudo. Ele foi o Criador das criaturas que sentiram raiva, alienação, fúria, desespero. Nessa grande narrativa havia ação, em cada voz, em cada silaba, e em cada pingo de tinta.

E por que eu deveria me manter longe dEle só porque não consigo entender tudo isso? Ele pode entender. É claro!

Foi o amor que me trouxe essa consciência, que me levou a confiar completamente nEle, a confiar que o Deus nos criou jamais poderia nos abandonar – que a aparente falta de sentido do nosso mundo era o limite da nossa compreensão, mas nunca, nunca o limite da dEle.”

(Anne Rice, Called Out of Darkness, 183-185)

*Tradução by Gilmore Lucassen

Anúncios

3 pensamentos sobre “Chamada para fora das Trevas

  1. Pingback: oProfeTa.net » Anne Rice: Chamada para fora das Trevas

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s